Ferramenta para saber os domínios que partilham o mesmo IP

Escrito por Parka em 29 Janeiro 2008

Todos os sites estão alojado em servidores web, que são computadores com software especializado que distribui o conteúdo a pedido. Cada servidor web tem associado um endereço IP, endereço numérico único, mais nenhum computador ligado à Internet poderá ter esse endereço. Os sites são geralmente associados com os seus nomes de domínios, como por exemplo, “iliquido.com” ou “google.pt”, que são mais fáceis de recordar que os endereços numéricos do IP. Desde a versão 1.1 do HTTP que é possível alojar vários sites no mesmo IP.

Em 2003 verificou-se que 87% dos domínios tinham um IP partilhado(o mesmo servidor web) com um ou mais domínios. Mais de 2/3 partilhava o mesmo servidor web com 50 ou mais domínios. Podemos afirmar simplesmente que a maioria dos sites partilha o alojamento com outros sites.

A ferramenta verifica qual o IP do site de pesquisa e verifica em algumas base de dados quais são os sites com o mesmo IP. Os dados apresentados poderão não estar completos.

Poderá haver implicações em termos de ranking do site nas pesquisas do Google, Yahoo ou outro? Simplesmente, sim. Porquê? O Google/Yahoo ou outros atribui um melhor ranking/posição nas pesquisas quanto maior for as ligações externas para o site. Se verificarem que existe um número muito grande de ligações(links) do mesmo IP isto poderá indicar uma possível fraude e o site poderá ser penalizado nas pesquisas e no PageRank do Google.

Se quiser saber quais são os domínios que partilham o mesmo IP, ou seja, quais os que estão alojados no mesmo servidor pode verificar no seguinte site: Reverse IP Domain Check.

Proteger o acesso às pastas do WordPress

Escrito por Parka em 26 Janeiro 2008

Como a estrutura de pastas/directórios num sistema WordPress é conhecido por outros utilizadores de WordPress há que proteger o acesso às mesmas. Um dos métodos é negar o acesso através do ficheiro de configuração do servidor apache. O ficheiro .htaccess pode existir em todas as pastas e tem muitos parâmetros de configuração. Para proteger o sistema de pastas do wordpress precisamos editar o ficheiro na pasta raiz e acrescentar as seguintes linhas:

options -indexes
ErrorDocument 403 /404.php

A primeira linha protege o acesso, a segunda linha redirecciona o utilizador para uma página de erro. Se não tiver este ficheiro, pode criar um ficheiro de texto com o nome .htaccess(atenção que não tem nome, somente tem extensão) e transfira-lo para pasta raiz.

Instalar o WordPress localmente em ambiente Windows XP

Escrito por Parka em 23 Janeiro 2008

Segundo o Google Analytics, algumas das visitas ao site foi em busca de informação em como se instala um sistema WordPress localmente no PC. Umas das vantagens em instalar localmente é o de podemos testar vários detalhes(por exemplo temas) do site e do wordpress sem conhecimento de terceiros. Os passos são “praticamente” os mesmos que falei anteriormente, o problema reside que o sistema operativo pode não ter as ferramentas necessárias instaladas.

Os requisitos em termos de software necessário são:

  • PHP 4.3 ou outra versão superior
  • MySQL 4.0 ou outra versão superior,
  • Apache or Litespeed(qualquer versão)

Continuar a ler o artigo »

Instalei o WordPress. E agora?

Escrito por Parka em 11 Janeiro 2008

A grande vantagem de um sistema de blogues como o WordPress é a facilidade em alterar a sua configuração, a sua apresentação, ou acrescentar novas funcionalidades em muito pouco tempo e sem necessidade de grandes conhecimentos em programação php/MySQL.

Depois de ter terminado a instalação do WordPress existem algumas tarefas a executar. Criei uma checklist das tarefas, que será revista de tempos a tempos. Se quiserem sugerir alguma alteração ou acrescentar mais alguma, podem faze-lo através dos comentários. Para alterar a configuração de um blog wordpress temos que aceder ao backoffice – painel de administração, o endereço será da forma http://www.onossodominio.com/wp-login.php dependendo do local de instalação.

  1. Criar titulo do blog e endereço de email associado
  2. Mudar linha descritiva
  3. Definir formato da data e hora
  4. Mudar a palavra-passe do admin
  5. Criar outros utilizadores
  6. Opções de escrita
  7. Opções de leitura
  8. Opções de discussão
  9. Opções das hiperligações permanentes
  10. Escolher o tema do blogue
  11. Alterar o tema do blogue
  12. Alterar o blogroll
  13. Criar uma página “Sobre Mim”
  14. Alterar o artigo exemplo
  15. Instalar e configurar alguns extensões
  16. Criar uma página de contacto
  17. Começar a escrever os artigos

Continuar a ler o artigo »

Guia de instalação do WordPress – parte II

Escrito por Parka em 7 Janeiro 2008

Na primeira parte do artigo encontram as seguintes fases:

  1. Fazer o download do software wordpress.Ver aqui.
  2. Transferir e instalar um cliente FTP. Ver aqui.
  3. Transferir software WordPress para o nosso site. Ver aqui.

4. Criar uma base de dados MySQL

Com o plano de alojamento podemos já ter uma base de dados MySQL associado à nossa conta ou é possível criar através de um processo automático. Para criar uma base de dados manualmente temos várias hipóteses: Continuar a ler o artigo »


Copyright © 2007 Ilíquido. Todos os direitos reservados.