Hoje vou falar/escrever sobre a escolha do alojamento para o site que pretendem criar. Dependendo dos objectivos que se pretendem temos duas alternativas. Escolher um domínio partilhado como o WordPress.com, Blogger.com, Blog.pt, Sapo.pt e até Jornal Sol, ou escolher um domínio e alojamento próprio. A grande vantagem da primeira opção é o preço – GRÁTIS, permite experimentar o mundo dos blogues e sites sem grande investimento da nossa parte. Nos dias de hoje, todos eles permitem configurar temas, introduzir publicidade, ter feeds, configurar vários extra, chamados de “widgets”, como por exemplo sondagens, fotos da nossa conta do flickr, etc. Muitos dos blogues portugueses mais conhecidos estão alojados num destes sistemas, por exemplo:

No blogger : abrupto do Pacheco Pereira, Blasfémias de um conjunto de bloggers, Estado da Coisa e até o WallpaperOne.

No Sapo: Nuno Markl, A Origem das Espécies, Lost in Wonderland e Jonasnuts

No WordPress.com: A educação do meu umbigo e 7 Olhares

Como podemos comprovar pela lista de ilustres que utilizam os domínios partilhados não são menosprezar estes sistemas no seu alcance em termos de audiência. Estes sistemas alojam milhares, senão forem milhões de blogues, de artigos, de comentários, e em várias línguas, e são lidos por esse mundo fora.

Se pretendemos desenvolver uma actividade mais séria, o ideal será adquirir um domínio e alojamento próprio. É mais fácil criar uma marca com base num domínio próprio que num subdomínio nos blogues da sapo, por exemplo.

Afinal, o que é o alojamento?

Em termos simples, é o um espaço configurado num servidor, ligado 24 horas por dia à Internet, em que poderá colocar as suas páginas, imagens e outros ficheiros que serão depois consultados por qualquer pessoa, em qualquer parte do mundo, que esteja também ligada à Internet, escrevendo apenas o nosso domínio.

O registo de domínio e alojamento de sites são serviços diferentes, independentes mas também complementares. Podemos fazer uma analogia para o caso de uma empresa. Numa empresa temos que regista-lá no Registo Nacional de Pessoas Colectivas – o nosso domínio, e depois temos que alugar um espaço comercial para exercer a actividade – o alojamento do site. Podemos registar o nosso domínio e comprar o alojamento no mesmo fornecedor. Poderá até haver algumas promoções, como oferecer o registo do domínio subscrevendo um alojamento por determinados anos.

Existem muitas empresa de alojamento a operar em Portugal e por esse mundo fora. Não estamos limitados em adquirir esse serviço a uma empresa portuguesa, podemos contactar directamente empresas de outros países. O processo de compra de alojamento é quase fácil demais. Existem algumas considerações a ter em conta sobre as características do serviço de alojamento no acto de aquisição desse mesmo serviço.

  • Preço
  • Espaço em disco
  • Tráfego mensal incluído
  • Número de Emails
  • Contas de FTP
  • Linguagens
  • Base de dados MySql
  • Subdomínios
  • Domínios parqueados
  • “Addon domains”
  • Backups diários
  • Estatísticas
  • Anti-spam e anti-vírus
  • Suporte
  • CPanel e fantástico
  • Termos de serviço

No próximo artigo irei falar sobre cada um dos pontos mencionados atrás.